quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Vídeo tira sarro da história de Batman - O Cavaleiro das Trevas

Juro, eu achei engraçado!

Apesar de eu ter uma interpretação pro final de Cavaleiro das Trevas, eu achei esse rap engraçado e as confusões que eles questionam. E o cara que faz as vezes de Michael Caine imita a voz igualzinho. E a tabela de planejamento do Coringa também é legal. A letra está abaixo do vídeo:



KID
Batman! Why is he running, Dad?

GORDON
Because we have to chase him.

KID
Why?

GORDON
Because he can take it. Because hes not a hero, hes a silent guardian, a watchful protector, the Dark Knight

KID
I dont get it.

GORDON
Neither do I son, but it sounds cool.

BATMAN
As I ride on my bike at the end of Dark Knight
Theres a few plot points that just dont feel right

Like why the hell did I agree to take the rap
Harvey Dent killed those people. Who gives a crap?

And the Joker pulls crimes in such an orderly manner
He must write it down in an evil day planner

His henchmen are psycho and expendable
Yet somehow completely dependable

And why is Morgan Freeman all pissed at me?
He seemed to resign kind of randomly

Its OK to build me an armored tank-car
But ooh, tapping phones, thats going too far

Chorus
This movie of my life just doesnt hold together
At least is beats the crap out of Batman Forever

I enjoy car chases, explosions and suspense
Is it too much to ask that it all make sense?

ALFRED
No no Master Wayne, you dont understand
You cant kill a symbol, but you can kill a man

BATMAN
If I want to quit then thats my choice

ALFRED
Were alone you dont have to use that voice
And what about Ms. Dawes its like you just forgot her

BATMAN
In Batman Begins she was so much hotter

ALFRED
Joker, are you busy? Lets call a truce.
I need you to help explain the plot toBatman

JOKER
Call me insane, but I consider us friends
I brought the DVD so we can watch it again

ALFRED
Ill make the popcorn and pour the sherry
Ooh, maybe we could watch it with the commentary

BATMAN
How does Harvey Dent do total 180?

ALFRED
Well they barbequed his face and he lost his lady

BATMAN
When did you have time rig up both of those boats

JOKER
Does talking that way ever damage your throat?

BATMAN
Well at least they got rid of Joel Schumacher

JOKER
You know movie is really good the Hurt Locker

BATMAN
Oh I heard that was good. Ive been meaning to see it.

ALFRED
Whos in it?

JOKER
Anthony Mackie

ALFRED
I dont know who that is.

JOKER
He was in Eight Mile.

ALFRED
Oh, he the guy who hosted the rap battles.

BATMAN
No that was Mekhi Phifer.

ALFRED
Joker youre getting white makeup all over the popcorn.

JOKER
Sorry, Hey did I ever tell you how I got these scars?

BATMAN
YES! Several versions.

ALFRED
Maybe some other people would like to hear the story.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Hot Toys lança novo boneco de luxo do Batman

 mais uma vez, a Hot Toys lança um novo baneco baseado em Batman - O Cavaleiro das Trevas. Dessa vez, a empresa lançou uma nova peça baseada no Batman. O boneco vem com duas cabeças diferentes. Uma, com um sistema de olhos que mexem. A outra, com olhos que acendem, imitando o sonar que aparece no filme. Além disso, as feições do Morcego podem ser trocadas. Abaixo, as imagens e o vídeo mostram mais detalhes da action figure:





Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

Photobucket

E eu ainda espero pelo dia que esses caras lançarão a versão do Coringa vestido de enfermeira, isso seria sensacional.

That's all folks!

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Coringa é um dos personagens icônicos da década

Comemorando 20 anos de existência em 2009, a Empire lançou uma edição especial com dez ícones cinematográficos da década. A lista, encabeçada por Aragorn, personagem de Viggo Mortensen em "O Senhor dos Anéis". O Coringa é um deles. Confira a lista completa abaixo:



1 – Aragorn – no livro “O Senhor dos Anéis”, o personagem é forte. Mas no cinema ganhou ainda mais importância por conta da interpretação perfeita de Viggo Mortensen.
2 – James Bond – o personagem sempre foi um ícone. Mas ganhou nova vida ao ser interpretado por Daniel Craig.
3 – Jason Bourne – na pele de Matt Damon, se transformou no principal expoente de uma nova geração de heróis.
4 – The Bride – com a assassina de “Kill Bill”, Uma Thurman se transformou em símbolo do poder feminino.
5 – O Coringa – eleito o melhor vilão da década, o personagem rendeu um Oscar póstumo a Heath Ledger.
6 – Maximus – Russell Crowe arrasou no papel principal do filme “O Gladiador”, que virou clássico.
7 – Harry Potter – já faz dez anos que as aventuras do bruxinho viraram filme com Daniel Radcliffe, em uma das franquias mais rentáveis da história.
8 – Shaun – intepretado por Simon Pegg, o astro de “Todo Mundo Quase Morto” virou estrela no Reino Unido e ídolo de nerds e adolescentes.
9 – Jack Sparrow – Johnny Depp conseguiu construir o pirata mais legal dos filmes de ação.
10 – Wolverine – Hugh Jackman conseguiu transportar para as telas um dos personagens mais famosos dos quadrinhos.

That´s all folks!

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Screencaps do Bluray de Cavaleiro das Trevas

Dando uma garimpada na internet ontem, encontrei algo que eu achei que não tinham feito, tamanho o trabalho que deve dar. Screencaps do Bluray de Cavaleiro das Trevas. Do dvd, existem, tanto que eu uso uns 60 no cabeçalho do blog. Vou colocar uns abaixo. Pra ver a imagem no tamanho normal, é só clicar:













Faltam partes do filme, eu diria que os últimos vinte minutos ou o cara simplesmente só pegou as imagens até onde acaba a participação do Coringa. Não tem quase nada do Gordon ou do Harvey Dent, por exemplo.


Pra quem gosta de fazer wallpapers ou qualquer outra coisa, quanto melhor a qualidade da imagem, melhor. E esse é o caso.

As 700 imagens estão aqui.

That's all folks!

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Quando o Coringa encontra o Edward de "Crepúsculo"

Nesse fim de semana, Lua Nova, segundo filme da franquia dos vampiros brilhantes, obteve a maior arrecadação das pré estreias de meia noite da história, batendo o recorde de Cavaleiro das Trevas. Porém, durante todo o fim de semana, o longa baseado no livro da Stephenie Meyer, não arrecadou tanto quanto o filme do Batman. Por conta disso, apareceram duas ilustrações muito interessantes do encontro de Edward com o Coringa. Veja abaixo:






Pena que a mágica do lápis não funciona com vampiros...

That's all folks!

domingo, 22 de novembro de 2009

"The Art of The Dark Knight" para baixar



Publicado em julho de 2008, "The Dark Knight: Featuring Production Art and Full Shooting Script", é o livro de arte de Batman - O Cavaleiro das Trevas, com o roteiro original e artes concentuais dos personagens. Algumas imagens já estão online há um bom tempo. Dia desses, eu encontrei o scan do livro no HD Komiker BR. Para quem quiser baixar, é só clicar aqui. O arquivo deve ser visualizado no CDisplay, programa para visualização de scans.

Eu queria encontrar a versão novelizada do filme também, escrita pelo Neal Adams. Se alguém souber alguma coisa...

That's all folks!

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Extra do Bluray de Cavaleiro das Trevas para download

Um dos extras da edição americana do Bluray de Cavaleiro das Trevas, o documentário Batman Unmasked: The Psichology of The Dark Knight, está disponível para download com legendas em português. O vídeo está dividido em quatro partes em vários servidores diferentes. Os links estão abaixo:

PARTE 01 – RAPIDSHAREEASYSHAREMEGAUPLOAD
PARTE 02 – RAPIDSHAREEASYSHAREMEGAUPLOAD
PARTE 03 – RAPIDSHAREEASYSHAREMEGAUPLOAD
PARTE 04 – RAPIDSHAREEASYSHAREMEGAUPLOAD

That's all folks!

domingo, 30 de agosto de 2009

Batman 3 pode ser rodado totalmente em IMAX



Segundo uma fonte do Ain’t it Cool News, a continuação de Cavaleiro das Trevas não só será produzida, como Nolan voltará para dirigi-lo. E mais: o filme seria rodado completamente em IMAX.
Para a fonte, a história é rumor porque é difícil porque as câmeras IMAX são caras, pesadas, difíceis de mover e não há tecnologia suficiente para fazer um filme assim. Ele continua, dizendo que por conta disso, o Nolan resolveu fazer outro filme de grande orçamento antes de um outro filme do Homem Morcego. No caso, Inception, que estimam que o orçamento é de 200 milhões de dólares, para dar tempo da tecnologia ser desenvolvida.
Se isso acontecer, acho meio complicado ter acesso a isso aqui no Brasil, pelo menos por hora, visto que só existe uma sala pronta em SP e outra em construção em Curitiba. O investimento é muito maior em 3D.
That's all folks!

Cavaleiro das Trevas estreia em setembro na HBO Brasil


Depois de ter estreado em junho na HBO americana, com dois videos promocionais bem interessantes, Cavaleiro das Trevas chega a tv fechada brasileira agora em setembro. O filme estreia na HBO Brasil no sabado, dia 19, 11:50 da noite, com reprises nos dias 20 e 24.
Na tv aberta, acho que teremos que esperar, pelo menos, mais um ano. Mais no site da HBO.

That's all folks!

sexta-feira, 24 de julho de 2009

Gary Oldman diz que filmagens de novo Batman começam ano que vem



Eu não sei se ele tava brincando, bancando o engraçado, ou falando a verdade, mas, Gary Oldman, o Comissário Gordon, disse há poucos instantes no painel de "The Book of Eli", na Comic Con de San Diego que o próximo filme do Homem Morcego começará a ser rodado no ano que vem, com previsão de lançamento para os próximos dois anos.

Eu não sei se isso é zoação, levando em consideração as pessoas envolvidas até então na franquia: o negócio vai ficar apertado. O próximo filme do Nolan, Inception, estreia em julho do ano que vem. É um intervalo curtíssimo de tempo. Além disso, a Warner divulgou esses dias o calendário de lançamentos até o final de 2012 e nem Superman, nem Batman, são citados.

A não ser que o estúdio tenha decidido tocar as coisas SEM o Nolan, o que eu acho, pelo menos por enquanto, um pouco improvável.

É esperar pra ter novas informações...

That's all folks!

sábado, 18 de julho de 2009

[Especial 1 Ano] Cavaleiro das Trevas, um ano depois

Não é exagero dizer que 18 de julho de 2008 foi um dos dias mais marcantes da minha vida. Depois de passar uns 2 anos esperando, participado de ARG e um monte de outras coisas, enfim ver Cavaleiro das Trevas (não, não gosto de colocar o "Batman" na frente) foi uma mistura de alívio, satisfação e um monte de outras coisas.

Uma das coisas que eu mais valorizo na sétima arte é a experiência, independente de que filme se trata. E o que o filme proporcionou às pessoas na sala de cinema, com a tela grande e um sistema de som potente, foi um baita envolvimento. Me lembro de diversas cenas em que eu me vi me movendo na cadeira e reagindo como se a projeção estivesse ocorrendo de verdade na minha frente. No final, quando os créditos começaram, eu aplaudi com os olhos marejados e tive uma puta sensação de alívio. Mas será que, um ano depois, TDK (ou CdT) continua tão memorável como no ano passado?

De fato, assistir um filme em casa não é a mesma coisa, mas isso não anula uma penca de qualidades: sim, eu continuo achando que o pessoal do elenco do Batman Begins tá bem mais à vontade e que todos que ingressaram nesse filme tiveram um puta desempenho. Falar bem do Heath Ledger é chover no molhado. O trabalho do Hans Zimmer e James Newton Howard na trilha sonora proporcionou algo tão angustiante, pertubador e épico ao mesmo tempo que resultou na transmissão de um clima fantástico e ao mesmo tempo condizente com o nosso tempo. Para não ficar só falando bem de tudo, a voz do Christian Bale como Batman me incomoda um pouco. No Begins, isso não aconteceu, talvez porque houveram menos falas. Mas, quando o Batman começa a falar mais de uma frase por vez, incomoda um pouco. Seria legal que na próxima vez ele dê uma maneirada na rouquidão. O "cavalo de pau" que o batpod dá na cena da perseguição, um puta efeito especial tosco, também não desceu até hoje.

Existem coisas que ainda me emocionam: A edição da sequência que o Gordon vai atrás do Comissário Loeb e o Coringa invade a festa e a cena em que Harvey Dent tenta tirar uma confissão do "guarda", usando a moeda, por exemplo. Mas existem três sequências que me "destroem": o encontro do Gordon, Batman e Dent no topo do prédio, tirado diretamente de "O Longo Dia das Bruxas". Na hq, essa é uma das sequências que eu mais gosto e eu sonhava em vê-la numa telona. Quando vi a primeira imagem do Dent do lado do batsinal, eu já imaginei que o filme valeria muito mais a pena por causa dessa sequência. Quando o Coringa "despenca" e o Batman o resgata, eu associei diretamente com o fim do Coringa em "Batman". Pra mim, isso foi uma indireta diretíssima ao filme do Tim Burton. Nada contra ele, mas eu gosto da ideia de ser uma indireta :D .

E certamente a minha preferida, junto com outras pessoas, é o final. Pode ser piegas pra muita gente, mas o fato do desfecho ser completamente de tudo que já foi feito em filmes de super heróis me comove muito até hoje. Para mim, é o desfecho perfeito que a franquia poderia ter porque dá idéia de continuidade e de muito que o Batman representa nas HQs. De emocionar qualquer fã do personagem.

Particularmente, não sei se quero ver um terceiro filme. Existem personagens do batuniverso que eu adoraria ver nas telonas, mas não sei se valeria o risco. Para mim, a continuação perfeita é uma história que já foi escrita e que muita gente em assistir no cinema: é Cavaleiro das Trevas do Frank Miller, com o salto temporal, sangue e violência que a obra tem.

Além da franquia Batman, um dos grandes trunfos de TDK é mostrar que obscuridade também pode ser aceita pelo grande público e que blockbusters não precisam ser extremamente previsíveis. Clichês existem e todo mundo conhece, mas surpreender o público renova a admiração com o cinema. E isso é bom para todo mundo.



Confira aqui as outras postagens do Especial 1 Ano


[Especial 1 Ano] A Cartada do Coringa

Texto liberado pelo Fábio Barreto, do SOS Hollywood

batman3



"Introduce a little anarchy… Upset the established order… Well, then everyone loses their minds!"


Um dia ou um ano. Tanto faz o tempo disponível para escrever essa análise de Batman – O Cavaleiro das Trevas. A tarefa não se torna mais fácil ou menos complexa, não por ser um filme de difícil compreensão ou repleto de mensagens subliminares, muito pelo contrário, justamente por se tratar de um longa-metragem extremamente direto e agressivo. Que deixa o público sem saber como agir depois que o filme acaba. E isso assusta, transtorna e marca o espectador. O personagem pode ter nascido nos quadrinhos, mas pouco resta do herói arquétipo e da estrutura do formato impresso. Tim Burton que me perdoe, continuo adorando seus filmes, mas a história de Batman nos cinemas começa agora! Mas…e Batman Begins? Christopher Nolan e Christian Bale definiram os novos parâmetros no primeiro filme, sem dúvida, mas ainda restavam traços das HQs. Vilões que precisam ser derrotados em prol do bem maior, um herói definia seus caminhos, tudo ainda era preto e branco. O que não tira os méritos do filme, mas deixa claro que foi uma preparação para a realização de O Cavaleiro das Trevas. É fato. E um filme que precise de um preâmbulo grandioso como Batman Begins não pode ser um produto qualquer. E não é.

Desde Sangue Negro não me deparava com uma trilha sonora tão presente e ameaçadora. Praticamente um personagem independente que apóia o elenco e tem seus momentos de grandeza, mas, como todo grande “astro”, sabe quando se retrair e desaparecer completamente. James Newton Howard e Hans Zimmer realizaram algo memorável com suas composições.Se o aspecto sonoro ameaça, o que dizer sobre o vilão mais antecipado do ano? O Coringa chamou a atenção desde a escalação de Heath Ledger e dividiu a opinião pública (por pouco tempo, diga-se de passagem) quando suas primeiras imagens foram divulgadas. O estúdio já começava a notar que tinha algo único nas mãos, mas, de repente, Ledger morreu em janeiro, e vários “especialistas” culparam a intensidade do Coringa no incidente. O mito estava criado.batman1
Sem dúvida, esse vai ser o principal chamariz para a maioria das críticas, pois a morte de Heath Ledger ofusca. Entretanto é inegável o fato de que, vivo ou morto, ele entraria para a história com a interpretação desse Coringa. Ele foi capaz de realizar em apenas um filme o que 90% dos atores de Hollywood gastam a vida inteira tentando: originalidade e transformação total. O ator desapareceu e, em seu lugar, surgiu uma figura que inspira medo e pavor, não apenas por suas próprias ações, mas por conta de uma sociedade que o criou e o tolera.Diferente de todos os demais filmes sobre o Batman, O Cavaleiro das Trevas não foca no personagem de Bob Kane. Toda a campanha de marketing e o início do filme levam a crer que o elemento principal dessa trama é o Coringa, um assassino maníaco que desconhece limites para suas maquinações. No entanto há Harvey Dent, o novo promotor público de Gotham City. Num trabalho primoroso de Aaron Eckhart (Obrigado por Fumar!), ele destoa como verdadeira esperança para uma cidade aterrorizada pelo crime e, mesmo durante o rompante de violência promovido pelo Coringa, se mantém firme e desafiador.É nele que os olhos do espectador devem ficar atentos. Um bastião mais importante que o próprio Batman e ideal o suficiente para inspirar gerações. Algo próximo do verdadeiro modelo do herói, sem capa ou superpoderes, apenas um homem comum aceitando a responsabilidade de agir no momento de necessidade. A campanha de marketing sabiamente focou no Coringa para despistar quem resolveu seguir os passos da “incansável caçada do Tenente Gordon ao criminoso” e utilizou Dent como elemento secundário. Ele, ou melhor, a cidade que representa é a verdadeira chave de O Cavaleiro das Trevas.

Os elementos dos quadrinhos estão lá. Batman, Coringa, Gordon, batsinal e por aí vai. Porém Christopher Nolan fez algo que seus competidores da Marvel não ousaram (Homem de Ferro construiu um herói para a nova geração, cheio de tecnologia, bom-humor e adrenalina; Hulk esmagou, falou, esmagou mais um pouco e ponto). Ele criou um tratado social com seu novo filme, fazendo uma incisão sem anestesia num paciente apático que se vê acuado pela violência retratada no longa-metragem e pouco faz para combatê-la. Ou seja, o filme fala sobre nós. Pessoas. Até mesmo Gordon (em mais um grande trabalho de Gary Oldman) recebe seu quinhão da mazela ao se ver cercado por pessoas corrompidas e paga caro por isso. Não há escapatória se não esboçarmos uma reação.O Coringa inspira medo e o trabalho de Ledger assusta. É algo visceral e cruel. Diferente da versão memorável de Jack Nicholson, que exibia certo charme e sutileza. Ledger é cru, mais próximo da realidade. Mas nada disso supera suas conquistas perante a população, que comprova sua tese: mesmo os mais nobres podem ser corrompidos. E vai além. Ele corrompe, manobra e entrega o “novo tipo de criminoso” que prometeu nos trailers.

O que é mais sintomático: o psicopata assassino ou uma massa gigantesca de pessoas que teme um único homem?Essa é a tônica de O Cavaleiro das Trevas. Um mergulho em direção aos medos de cada espectador, que é obrigado a imaginar como reagiria às situações extremas provocadas pelo Coringa. Essencialmente, é a jornada do próprio Batman, desde a traumática morte dos pais até a seqüência de relacionamentos infrutíferos. Agora, o Homem-Morcego coloca sua moral e seus conceitos em xeque por conta de seu novo inimigo. Como enfrentar alguém sem limites e manter sua própria sanidade? Christopher Nolan disse ter ficado receoso ao conceber o filme. Agora é possível entender. Fazer algo desse tipo requer muita coragem e causa calafrios em qualquer um.E o pior de tudo: como tentar dormir em paz depois de ser confrontado com tamanha perturbação e veracidade? Esse é o legado de Heath Ledger, o legado do Coringa, o legado do medo e da genialidade. batman5




Confira aqui as outras postagens do Especial 1 Ano


[Especial 1 Ano] Texto do Raphael Santos

Texto enviado por Raphael Santos, do Rapaduracast

Até mesmo antes de tirar meu RG eu já tinha sido apresentado a Batman. Coisa de pai, sabe? Capinha, roupa cinza, e lá estava eu indo ao shopping fantasiado a contragosto da mãe. Desde que eu me entendo como gente já lia Batman.

Lembro muito de captar dinheiro das avós, tios, até mesmo no colégio ao vender desenhos, a fim de comprar meus quadrinhos no final ou começo do mês. Batman sempre vinha junto! Era mais que um vício. Era uma necessidade. Isso até mesmo antes de ver o primeiro filme. Algum tempo depois eu vi. Gostei. Apaixonei-me mais ainda.Tim Burton me apresentou a um mundo mágico. Lógico, em sua interpretação dos elementos dos quadrinhos, ele exagerou aqui, ali. Mas era Tim Burton! Conhecendo-o hoje, não posso pedir que fosse diferente. Eu gostei. À época me diverti bastante.

Veio outro. Ok, legal! Mas veio Joel Schumacher.Uma das maiores tristezas da minha vida foi ter que ver os dois Batman’s de Joel Schumacher. Foi como arrancar um filho recém-nascido do colo de uma mãe. Foi como tirar os entorpecentes de um viciado. O café do pedreiro! Schumacher cravou uma faca no meu coração. Esse ficou gélido para com o diretor.Tempos depois me vem uma luz. Vão refazer a filmografia do Batman. Opa, 50%. Eu estava com medo. Tudo bem que pode ser uma maravilha, mas eu já estava na época de: “Deixem meu super-herói favorito em paz!” Fui para dentro do cinema encarar Batman Begins com medo. Mas foi como se tivessem devolvido o filho recém-nascido pra mãe e dado o café do pedreiro. Christopher Nolan & CIA não sabem o tanto que os abençoei pelo fato. Begins é a interpretação dos quadrinhos que eu tinha na cabeça. Esse clima sombrio e nada colorido. Sujo! Um Batman medroso, mas astuto por conta desse medo. A utilização de um vilão pouco comentado, mas de forma pontual, fazendo-o sempre beirar o humano. Até hoje agradeço por Begins.

Depois me veio The Dark Knight. Quando ia ao cinema ver tal filme, eu tremia. Não era dono das minhas mãos. Mas eu tinha que me acalmar: “Calma, Raphael, estás a trabalho!” Saí sereno. Vibrei pouco durante o filme. Depois de chegado em casa, porém, soltei tudo que tinha segurado com um enorme palavrão! Depois foram mais outros 50 palavrões. Geralmente repetidos. Não sabia mais de onde tirar. Saber que muitas outras pessoas gostaram daquele carinha que antes mesmo de eu ter RG já me vestia tal como foi uma sensação única. Parece que esse era meu dever. Era como se Christopher Nolan estivesse me representando lá. Com todo o respeito à franquia, atenção e esmero. Se um dia for escrever a minha biografia, nela terei mais de um capítulo para Batman. Desses, um único capítulo para The Dark Knight, pois é incrível como em uma cena final, quando o Cavaleiro das Trevas se define para a sociedade, explicou tudo e mais um pouco sobre a índole não de um herói, mas de O Herói! Batman é aquilo. Batman é único. É humano. The Dark Knight é o deleite que o mundo necessitava.


Confira aqui as outras postagens do Especial 1 Ano


[Especial 1 Ano] Cavaleiro das Trevas - Superando Todas as Expectativas

Texto enviado por Felipe Silva, do Aglomerado News

Nunca um filme foi tão aguardado por mim quanto o Cavaleiro das Trevas, depois que eu saí do cinema quando assisti o Batman Begins, minhas expectativas para que houvesse uma continuação eram altas, e quando esta foi finalmente anunciada eu passei a acompanhar todas as noticias e virais que apareceram daquele momento em diante.

Aliás, os virais deste foram sensacionais, até hoje lembro da madrugada que passei em frente ao computador tentando resolver aqueles enigmas, quando no final fui surpreendido pela primeira imagem oficial do Coringa, que literalmente colocou um sorriso na minha cara..



Esta imagem aliás, me tranquilizou muito, pois na época haviam boatos de que o Nolan iria fazer mudanças no personagem, e fiquei preocupado que ele descaracterizasse o personagem, mas essa foto mostrava que toda a psicopatia do Coringa estava lá, e que este iria ser um adversário a altura do fantástico Batman que tínhamos visto no filme anterior.

Vi e revi os trailers até saber a maioria das falas de cor, e minha ansiedade quanto ao lançamento do filme era enorme. Sempre gostei dos filmes do Christopher Nolan, e o fato deste ter o roteiro do seu Irmão Jonatham, me davam a certeza de que tudo que vimos nos trailers não mostrava qual seria a real trama do filme, e felizmente estava certo.

Fiz questão de assistir este filme no dia do lançamento, e foi uma sessão super agradável, todos aparentavam estar na mesma expectativa que eu, tanto que nunca vi uma sala tão silenciosa, aonde todos assim como eu, prestavam atenção a todos os detalhes da história, sem saber muito bem como tudo ia terminar... sem dúvida esse é um filme que deixaram todos tensos.

Aliás, os únicos momentos em que o cinema deixava de ficar mudo era quando todos aplaudiam cenas maravilhosas do filme, como o truque de mágica do Coringa, ou o Gordon voltando do mundo dos mortos prendendo o Coringa depois de uma perseguição implacável, além das risadas incontroláveis ao ver o Coringa vestido de enfermeira tentando explodir o prédio.

Ao terminar o filme, fiquei uns bons minutos calados, tentando absorver a Obra-Prima que tinha acabado de assistir, o que não era fácil diante de todo o clima pesado que o filme tem, e diferente do Batman Begins, onde sai do cinema imaginando o quão bom o segundo filme seria, sai do Cavaleiro das Trevas desesperado, pois como o Chistopher Nolan conseguirá fazer um filme melhor do que este ? principalmente com o falecimento do ator que seria uma peça chave para o terceiro filme, o Heath Ledger ?

Essas são perguntas que todos os fãs se fazem até hoje, e que demorará algum tempo para ser respondida, mas independente do que aconteça daqui para frente, só temos a agradecer a todos os envolvidos por este excelente filme que merece todos os elogios.


Confira aqui as outras postagens do Especial 1 Ano

[Especial 1 Ano] Marcante!

texto enviado por Kleber Thalion

Foi algo que não sentia desde Senhor dos Anéis!
Sou Cearense e moro há dois Anos em Belém! Há quase um ano estava na casa de uns amigos, falando sobre todo os coméntarios positivos sobre o filme, e como gostaria de ir na estréia que era neste dia, porem nao comprei o ingresso antecipado via online por problemas no cartão, mas Batman nao queria eu de fora deste grande filme e eles conseguiram comprar junto com os deles o meu ingresso!
Sessão 15:30
La fomos nós pro "xoping" Castanheira... era aquela galera entusiasmada quando chegamos e na fila encontramos dois fãs a carater de Coringa! Estava ansioso evitara em dias atrás ler algo sobre o filme, tinha a set em mãos mas nao li, pra não me tirar supresas do filme!
A sessão começa todos quietos então no primeiro ato no final do roubo ao banco que surge o personagem principal (me desculpe, mas é verdade) o cinema vai a loucura...uma galera da filareira atrás uhhaa! E todos batemos palmas! Mas queriamos mais, Batman aparece mete porrada, Gordon entra em contato com o cavaleiro de Branco de Gotham, fox prepara algo novo pra BRuce, ALfred com seu humor, Rachel em uma nova cara uma belíssima atuação, tudo muito maravilhoso mas que vem o SEgundo ato que nos deixa apaixonados pelo personagem Coringa...vem nos seus passos cadenciados, meio curvado, depois que o "chines" fala na tv...aquela risada sarcástica logo e meia apavorante, vindo com um truque de mágica faz o cinema explodir, gritar, emocionar em todos os cantos da sala! Depois deste momento a cada aparição é um show dado, a historia fica pesada, eu ficava em suspense...então vem o grande desfecho me contive pra não chorar. Bem repeti mais 4 vezes depois desta excelente estréia, infelizmente calorosa so foi mesma esta sessao q fui, as outras sessões alguns nao entendia alguma piada, nao aplaudiam, nao se emocionavam, mas eu estava lá fazendo tudo isso 5 vezes, nao tanto quanto senhor do Aneis: O retorno do Rei que fui 6 vezes.
Sou um apaixonado por cinema, logo que saiu o dvd comprei minha ediçao dupla, e nao cansava de rever aquele final, amo todas as partes do Coringa, mesmo porque não vejo o ator e sim um personagem que ficará sempre vivo como a atuação deste ator que vinha crescendo a cada trabalho!

Confira aqui as outras postagens do Especial 1 Ano


[Especial 1 Ano] Realmente não precisa de continuação

Texto enviado por Queiroz, do Escritos Malditos

Eu já tinha visto a cena do assalto on line, mas no cinema tudo é multiplicado, e no viral, não tinha a conclusão. E creio que a parte que mais gosto dessa cena é o gerente puxando a escopeta dando altos tiros e o Coringa corre para se esconder atrás da mesa. Preste atenção no movimento dos pés nessa hora. O Comissário Gordon de braços cruzados ao lado do Bat Sinal, me fez pensar: “É esse o filme que eu vim ver”.

E depois, apesar de a cena de ação que envolve o Espantalho, curto mais quando o Batman aparece no cofre do banco e conversa com o Comissário Gordon. Aquela máscara fica muito legal nessa cena, os olhos parecem mais caídos, como se ele estivesse chorando, e o rosto muito mais robusto. Tentar transformar a Rachel numa Mary Jane foi um erro, mas o namoro entre o Harvey e ela deram um certo charme ao filme em cenas pontuais, como a do Ballet adiado. A cena mais medonha do filme: “Lets put a smile in that face!!”, eu me encolhia na cadeira na sala de cinema. A cena da moto saindo do Batmóvel, me fez chingar belos palavrões de felicidade na hora. E o discurso final sempre me arranca lágrimas dos olhos. Realmente não precisa de continuação.

Confira aqui as outras postagens do Especial 1 Ano

[Especial 1 Ano] Zona de Links

Seleção de Links relacionados a Batman: O Cavaleiro das Trevas. Alguns são conteúdos inéditos, outros são para relembrar coisas já publicadas relativas ao filme:

Batman #1: A primeira aparição do Coringa: Tendo em mente que as primeiras histórias do Palhaço do Crime influenciaram a construção de alguns elementos do filme, li "Batman #1" buscando essas semelhanças.

O Longo Dia das Bruxas: Como essa hq pode estar em The Dark Knight: Dei uma pincelada nas possíveis referências da história de Jeph Loeb e Tim Sale presentes no filme.

A Piada Mortal: a "origem" do Coringa: Mesmo sem a origem do Coringa ter sido contada no filme, muitas das suas características foram tiradas da HQ.

Carisma natural como a gravidade - Texto, em inglês, que Christopher Nolan divulgou na revista Newsweek no primeiro fim de semana após a morte de Heath Ledger.

Why So Serious - Site que serviu como plataforma para a maioria das etapas da campanha. Depois do lançamento do filme, o WSS tem links para todos os sites da campanha e para suas etapas.

Wiki Bruce - excelente página, em inglês, feita por fãs que reúne detalhes de todas as etapas do marketing viral. Possui um ótimo acervo.

Coringa Alopra a Internet - O mito começou aqui. Como foram as ações regidas pelo Coringa na campanha de marketing.

O Marketing Viral: Gotham City está online - Texto escrito por mim no ano passado falando sobre todas as etapas do marketing viral, focado nas ações que não eram do Coringa.

100Grana Investiga: Detalhamos o novo trailer de Batman – O Cavaleiro das Trevas, cena por cena! - O pessoal do 100 Grana detalhou o trailer de Batman - O Cavaleiro das Trevas praticamente frame por frame, em maio de 2008. Muitos acertos em relação a história do filme.

Nerdcast 119 - Batman nos Quadrinhos - Para quem não leu as HQs mais importantes do Homem Morcego, vale a pena dar uma conferida.

Nerdcast 120 - Batman no Cinema - Programa do site mais megaboga do universo sobre todos os batfilmes.

Versão Resumida de Batman - O Cavaleiro das Trevas - Feito em tempo recorde em relação ao lançamento no cinema, tem sequências muito engraçadas, especialmente a cena do confessionário.

Chelsea Grin - Site em inglês sobre o Coringa. Tem uma galeria de ilustrações muito boas.

Rancidrainbow
- Galeria com todas as imagens possíveis do Coringa em Batman - O Cavaleiro das Trevas

RapaduraCast 86 – Saga Batman no Cinema | Partes 1 e 2 - Podcast do pessoal do CCR sobre todos os filmes do Batman

Wallpapers e avatares estilizados de Batman - O Cavaleiro das Trevas



Confira aqui as outras postagens do Especial 1 Ano

[Especial 1 Ano] Rascunhos do figurino do Coringa

As imagens abaixo são os croquis feitos pela figurinista Lindy Hemming para o Coringa. As imagens, de 2006, ainda se referem ao filme pelo seu nome "fantasia" (Rory's First Kiss ou RFK). Realmente dá pra pereber uma certa semelhança com as inspirações citadas pelo Heath Ledger: Alex DeLarge e Johnny Rotten, apesar de um deles lembram muito o Coringa do Jack Nicholson. Repare que um dos desenhos traz os nomes escritos.








Confira aqui as outras postagens do Especial 1 Ano

[Especial 1 Ano] Novas curiosidades sobre o filme

A maquiagem do Coringa foi criada pelo próprio Heath Ledger. Uma vez aprovada, as pessoas responsáveis pela maquiagem ficaram encarregadas de refazê-la durante toda a filmagem.

Apesar de ter sido classificado para maiores de 13 anos nos EUA, o sangue só aparece três vezes durante o filme: quando Batman é atacado pelos cães, no travesseiro de Harvey Dent no hospital e no rosto do "Batman" que fica pendurado do lado e fora do gabinete do prefeito.

Primeiro filme do Batman sem aparição de morcegos.

Durante a cena de perseguição, quando o Coringa assume a condução do caminhão após matar o motorista está morto, pode-se ver que buracos à bala formam um sorriso no pára-brisas do carro.

39 veículos foram destruídos de algum modo.

Quando o rosto de Harvey Dent está em chamas, a primeira imagem que se forma é o logo do Batman. Veja abaixo se não parece:




Após o Tumbler sofrer o acidente que antecede a sua destruição, um sinal sonoro é emitido pelo "sistema de diagnostico". O som é o mesmo que o telefone vermelho do seriado da década de 60 emitia.

Heath Ledger dirigiu os vídeos feitos pelo Coringa. O primeiro vídeo, com o Batman fake, foi feito sob supervisão de Christopher Nolan. O diretor achou que Ledger fez bem o trabalho e que não havia necessidade de estar lá nas outras gravações. Nolan deixou Ledger fazer o que queria e ficou satisfeito com o resultado.



No total, Heath Ledger ganhou 32 prêmios póstumos de Melhor Ator Coadjuvante.

Ao se confrontarem, nem Batman nem Coringa se chamam pelo nome.

Nos quatro primeiros dias de filmagem, Nolan exibiu oito filmes para o elenco: Fogo Contra Fogo, Sangue de Pantera, Cidadão Kane, King Kong (1933), Batman Begins, Black Sunday, Laranja Mecânica e Inferno 17. Quando filmou Batman Begins, Nolan exibiu Blade Runner.

Em uma das primeiras versões do roteiro, foi considerada a hipótese de Robin estar relacionado à Rachel. Dick Grayson não seria explicitamente mencionado, mas revelaria-se que Rachel teria algum grau de parentesco com a Família Grayson. Nolan tirou isso do roteiro porque não queria dar esperanças de futuras aparições do Robin na franquia.

Após a sua transformação, Duas-Caras joga a sua moeda oito vezes, sendo que cinco delas caem para o lado bom (Coringa, Maroni, Ramirez, ele mesmo e para o filho do Gordon) e para o lado ruim, três (Wuertz, motorista do Maroni e Batman).

Nas duas sequências da franquia (Cavaleiro das Trevas e Batman - O Retorno), o primeiro batmóvel é destruído.

Confira aqui as outras postagens do Especial 1 Ano


[Especial 1 Ano] O Marketing Viral e a Divulgação

Pense na divulgação de um filme. Até pouco tempo atrás, os estúdios somente divulgavam imagens, trailers, cenas específicas e pôsteres. Com esse tipo de divulgação, a gente já se empolgava muito, ficava na expectativa e tudo mais. Mas, desde maio de 2007. As coisas mudaram um pouco.


Botons, adesivos, chaveiro e registro de eleição em Gotham City: Recompensas obtidas durante a campanha de Cavaleiro das Trevas

Batman - O Cavaleiro das Trevas recriou Gotham City na internet. Durante mais de um ano, milhares de pessoas desvendaram enigmas e correram atrás de pistas em troca de novas coisas sobre a produção. Uma coisa curiosa a respeito da campanha é que muitas coisas vazaram e mesmo assim, as pessoas continuaram correndo atrás. Para a grande surpresa das pessoas, a campanha não se restringiu somente aos EUA.

No Brasil, duas ações ocorreram em São Paulo e os participantes online, independente do país, receberam as suas "recompensas". Nunca vou esquecer da voz de susto da minha irmã ao me avisar que havia chegado uma carta "do marketing do Batman" para mim e da ligação que eu recebi a respeito de uma pesquisa sobre Harvey Dent. Como nem tudo são flores, os participantes de países não falantes da língua inglesa sofreram um pouco, já que todas as pistas foram em inglês. Com isso, os participantes demoraram a obter os resultados e São Paulo foi apelidada de "Lazy Viral City".

Apesar da inovação, me parece que "offline" a campanha não teve notoriedade. Conheço vários estudantes de publicidade e comunicação que sequer sabiam.

Vídeo da 42 Entertainment, empresa organizadora, sobre a campanha de TDK:



Os Trailers

É muito comum os trailers serem os grandes culpados das nossas decepções no cinema. Um dos motivos é a presença das melhores partes na prévia. Porém, com Cavaleiro das Trevas, a coisa funcionou muito diferente do habitual. Primeiro, todas as falas ditas nos trailers estão no filme. Porém, a entonação delas é completamente diferente, desde o teaser (vide quando o Coringa diz "It's simple: Kill the Batman" e "Here's my card" no segundo trailer. Tanto as falas quanto as imagens são diferentes no filme). Isso faz com que, por mais que se espere, a experiência vai ser diferente, e pra melhor. Uma outra coisa é que os trailers não dão o real parâmetro da história. Levando só os trailers em consideração, o objetivo do Coringa é simplesmente matar o Batman, o que a gente já sabe que não é verdade. Além disso, poquíssimas imagens que vem após 1h30 de filme são usadas nos trailers, permitindo que a gente ainda se surpreenda, mesmo se tratando de um filme com marketing viral de muito tempo e com uma muita informação circulando, mesmo que desencontrada.

Para quem não lembra, o teaser trailer e os dois trailers de cinema estão abaixo:








Confira aqui as outras postagens do Especial 1 Ano

[Especial 1 Ano] Vídeo da Wizard World Chicago e Dark Campaign

Em novembro de 2007, tudo que havia de concreto sobre Batman - O Cavaleiro das Trevas era o teaser trailer, algumas fotos e o marketing viral. Qualquer imagem ou vídeo era um alento para quem aguardava o filme. Um grupo de pessoas teve a oportunidade de assistir uma prévia do filme durante um evento em Chicago. Foi proibida qualquer captação das imagens. Tudo que foi divulgado foram descrições das cenas.
Na época, eu dava qualquer coisa pra ver o vídeo. Mas hoje, eu agradeço por ter sido uma das poucas coisas do filme que não vazou simplesmente porque a experiência não teria sido a metade do que foi quando vi o filme no cinema. Mesmo depois de ter visto filme algumas vezes, pouco da magia dessa prévia se perdeu. Existem cenas que não estão no filme. Quem ainda não viu, confira:



Dark Campaign:

Após o lançamento do filme, não foram poucas as pessoas que defenderam a candidatura de Cavaleiro das Trevas aos prêmios considerados mais "sérios". Com isso, várias manifestações surgiram na internet. Entre elas, está o site Dark Campaign, que defendia a candidatura de TDK a melhor filme. A campanha teve tanta notoriedade que Jonathan Nolan mandou uma carta para eles agradecendo o apoio. A página inicial do site possui um vídeo com uma das melhores de edições das cenas do filme, com frases de críticos dos EUA. O vídeo pode ser visto abaixo:



Confira aqui as outras postagens do Especial 1 Ano

[Especial 1 Ano]... "And here, we, go!"



Hoje, dia 18 de julho, Batman: O Cavaleiro das Trevas completa 1 ano de lançamento. Para comemorar a estreia daqueles que muitos consideram um divisor de águas no cinema, pelo menos no caso dos blockbusters, ao longo do dia, várias postagens sobre o filme aparecerão aqui. Quem quiser acompanhar as atualizações, pode conferir no meu Twitter ou pelo RSS do blog. E para começar, coloquei somente um dos melhores pôsteres não só desse filme, mas um dos melhores que eu já vi. Tem mais coisa por aí...

Confira aqui as outras postagens do Especial 1 Ano

sábado, 11 de julho de 2009

Hot Toys divulga novas imagens de nova action figure de Batman - O Cavaleiro das Trevas

Não demorou muito não, ontem mesmo a Hot Toys divulgou o novo boneco baseado em Batman - O Cavaleiro das Trevas: Com o nome "Batman The Dark Knight MMS DX 02", a action figure é extremamente fiel a armadura mostrada no filme na sequência de Hong Kong e no final, quando Batman derruba uma equipe da SWAT inteira para ir atrás do Coringa. Os detalhes da armadura são impressionantes:

























That's all folks!

quinta-feira, 9 de julho de 2009

Hot Toys começa a mostrar outro boneco de Batman - O Cavaleiro das Trevas

Depois do boneco do Coringa de policial, do Harvey Dent/Duas Caras e de vários outros bonecos, a Hot Toys começou a mostrar o seu mais novo ítem baseado em Batman: O Cavaleiro das Trevas: trata-se do Batman em Hong Kong. A primeira imagem foi divulgada hoje e está abaixo:



Como eu já cansei de falar, quando esse caras vão lançar a versão do Coringa de enfermeira? Tá na hora!

That's all folks!

domingo, 5 de julho de 2009

Nova atualização no álbum de fotos

Pessoal,

Sim, atualizei o álbum de novo. Se eu não me engano, tem umas 30 fotos novas, no final da página e agora no total, são cerca de 380 imagens. Algumas estão abaixo e o restante pode ser visto aqui. Aliás, para quem quiser acompanhar as atualizações, pode assinar o RSS do álbum, que é esse link.











That's all folks!

Mudanças no Layout

Depois de um período com a coluna do meio branca, sim, eu mexi no layout de novo e se tudo der certo, em breve mexerei em outras coisas também. Aguardemmm.

That's all folks!

sábado, 4 de julho de 2009

Cavaleiro das Trevas vence em cinco categorias no Saturn Awards

Semana passada, ocorreu a 35ª edição do Saturn Awards, premiação prêmio da Academia de Filmes de Ficção Científica, Fantasia e Horror dos Estados Unidos. CdT venceu em cinco categorias, incluindo Melhor Filme de Ação/Aventura/Thriller, Trilha Sonora e Ator Coadjuvante para Heath Ledger. Veja a lista de vencedores abaixo:
Melhor Filme de Ficção Científica
Homem de Ferro
Melhor Filme de Fantasia
O Curioso Caso de Benjamin Button
Melhor Filme de Horror
Hellboy II: O Exército Dourado
Melhor Filme de Ação/Aventura/Thriller
Batman – O Cavaleiro das Trevas
Melhor Filme Estrangeiro:
Let The Right One
Melhor Animação:
WALL•E
Melhor Ator:
Robert Downey Jr. (Homem de Ferro)
Melhor Atriz:
Angelina Jolie (A Troca)
Melhor Ator Coadjuvante:
Heath Ledger (O Cavaleiro das Trevas)
Melhor Atriz Coadjuvante:
Tilda Swinton (O Curioso Caso de Benjamin Button)
Melhor Ator Mirim:
Jaden Christopher Smith (O Dia em que a Terra Parou)
Melhor Diretor:
Jon Favreau (Homem de Ferro)
Melhor Roteirista:
Christopher Nolan e Jonathon Nolan (O Cavaleiro das Trevas)
Melhor Trilha Sonora:
Hans Zimmer e James Newton Howard (O Cavaleiro das Trevas)
Melhor Figurino:
Mary Zophres (Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal)
Melhor Maquiagem:
Greg Cannom (O Curioso Caso de Benjamin Button)
Melhores Efeitos Especiais:
Nick Davis, Chris Corbould, Timothy Webber, Paul J. Franklin (O Cavaleiro das Trevas)
That's all folks!

sexta-feira, 3 de julho de 2009

Foto de Batman contra Coringa vence em convenção de brinquedos

Gotham After Midnight, nome de uma fotografia que utiliza os bonecos da Hot Toys de Batman e Coringa e um monte de elementos da campanha viral de Batman - O Cavaleiro das Trevas, venceu um concurso de fotografia realizado na 8a. Convenção de Brinquedos, Hobbies e Colecionáveis das Filipinas. O autor da foto se chama Bleau Aquino. Veja abaixo e clique para vê-la maior:



Dando uma pesquisada, eu encontrei mais ângulos do cenário montado aqui e do evento em si aqui.

That's all folks!

segunda-feira, 29 de junho de 2009

Pôster de Homem Aranha 3 aparece em TDK

Esse é um exemplo de easter egg não intencional. O pessoal do Judão postou na semana passada um achado em Batman - O Cavaleiro das Trevas. Aos 1min e 24segs de filme, quando o Coringa aguarda a chegada da van que o levará ao banco, láááááá no fundo aparece o pôster abaixo:


Confira abaixo, na imagem retirada do Bluray do filme (clique pra ver maior):



O pior é que eu tenho um explicação lógica para isso: CdT começou a ser rodado por volta de março de 2007 e uma das primeiras cenas rodadas foram justamente as da cena do assalto. A grande estreia da temporada de blockbusters daquele ano foi Homem Aranha 3, que estreou em maio. Natural que tenha um pôster divulgando o filme na rua, não?

Pra quem não sabe, no primeiro trailer de Cavaleiro das Trevas tem duas aparições que provavelmente não foram intencionais: quando o Coringa anda em sentido ao Batman, que está montado no Batpod, dá pra ver o logo do Starbucks e o que parece ser uma loja chamada "Home Sweet Home Chicago", cidade onde o filme foi rodado.

Se você é fissurado nessas curiosidades bizarras, tem um tópico no Superhero Hype só sobre o que seriam as falhas do filme. É só clicar aqui.

That's all folks!
Related Posts with Thumbnails